DicasDicas

COMO PREPARAR SEU CURRÍCULO

CURRIEX.com.br

1 - Layout
  • formato do papel
  • tipo de letra
  • número de folhas
  • diagramação
  • apresentação
  • cópias
  • cor e gramatura do papel
2 - Pessoais
(deve ser colocado do lado direito do papel)
  • nome completo
  • estado civil
  • idade
  • endereço
  • telefone
3 - Objetivo profissional

Demonstra até aonde você pretende chegar em sua carreira. A experiência profissional deverá ser compatível com o cargo pretendido e coerentes com os cursos que deverão agregar qualificação.
  • cargo pretendido
4 - Escolaridade
(nome completo da escola, ano de conclusão do curso e cidade)
  • formação acadêmica (pós-graduação e graduação)
  • colégio
5 - Idiomas
  • cite o grau de conhecimento: básico, intermediário, avançado
  • diplomas e certificados
  • cursos feitos fora do país
6 - Experiência profissional
  • período trabalhado
  • nome da empresa
  • local
  • função
  • atividades desenvolvidas
  • resultados
7 - Cursos

Destaque para os que possam agregar qualificação ao cargo pretendido.


8 - Aspectos gerais
  • atividades extracurriculares
Faça certo da primeira vez

Você verificou que a elaboração do currículo é fundamental para abrir a porta da empresa no processo de seleção. Embora exista uma ordem para a colocação das informações, na prática, o que conta é valorizar os que ressaltem a capacidade do profissional, sem esquecer jamais a sua realidade. Exagerar nas qualificações e supervalorizar habilidades com o objetivo de impressionar a selecionadora e conseguir uma vaga, não é uma boa solução. O importante é adequar seu currículo (currículo flexível) aos objetivos pessoais e às necessidades das empresas.

Em destaque

Um currículo é valorizado sempre que o candidato coloca as informações certas no lugar certo, dando o destaque que elas merecem. Esta lista apresenta algumas informações que fazem seu currículo se destacar.

1 - O nome de grandes organizações contribui para valorizar um currículo. Empresas multinacionais e empresas líderes de mercado são boas referências. Ter trabalhado como funcionário, realizado serviços temporários, feito estágio ou ter sido fornecedor de grandes empresas ajuda a destacá-lo dos demais.

2 - Executivos devem mencionar resultados, melhorias no setor e lucros que tenham conseguido.

3 - Ter coordenado atividades ou setores, ter participado da implantação de projetos, sistemas e programas, também é um diferencial.

4 - Cursos de aperfeiçoamento e cursos no exterior ajudam na qualificação do profissional.

5 - Trajetória profissional ascendente é um bom indicativo de dedicação e eficiência.

6 - A estabilidade pode demonstrar equilíbrio e segurança
 
Topo

 

 
CURRÍCULO EFICIENTE

por Daniele Aronque
Fonte:Empregos.com.br


É muito difícil saber qual é o formato ideal de currículo. Às vezes, achamos que o nosso está ótimo, claro e objetivo, mas o selecionador acaba escolhendo os de outros profissionais.

Uma das vantagens do currículo na internet é exatamente eliminar diferenças, fazendo com que o conteúdo profissional tenha mais importância do que qualquer item - apresentação, disposição dos dados, etc. Além disso, as empresas conseguem procurar mais facilmente o profissional que desejam, porque os mecanismos e filtros de busca agilizam o processo.

Pensando em tudo isso, o Empregos.com.br desenvolveu um modelo de currículo padrão, planejado para que os empregadores tenham todas as informações necessárias e encontrem você, candidato, o mais rápido possível. Desta forma, seu perfil chega a milhares de empresas em uma única vez, de forma organizada.

Toda essa facilidade não significa que os cuidados na elaboração do currículo digital podem ser dispensados. Em primeiro lugar, porque você é você, uma pessoa especial que tem um perfil único. Além disso, porque você tem vários recursos para valorizar suas vantagens profissionais e diferenciar seu currículo dos demais.

Para auxiliar você a ter um currículo completo, adequado e, principalmente, valorizado, elaboramos um modelo, com um levantamento completo do impacto e importância de cada campo, de acordo com o ponto-de-vista dos próprios selecionadores.

Use e abuse da internet, pois ela é uma grande aliada na busca por emprego. Aprenda a elaborar seu currículo eficiente no Empregos.com.br.

CABEÇALHO

Primeiro item do currículo, o espaço apresenta o nome do candidato, os cargos pretendidos - você deve escolher até três cargos que tenham seu perfil -, faixa salarial e um dado muito importante para as empresas : última data de atualização.
  • Cargos: Verifique se os cargos que você escolheu em seu currículo (até 3) estão relacionados à mesma área e são do mesmo nível hierárquico. Não é possível fazer um currículo consistente e atrativo informando como cargos de interesse op. de telemarketing, supervisor de logística e gerente financeiro. O ideal é direcionar seu currículo para uma única área e escolher cargos relacionados dentro dela. Para identificar quais são os cargos mais procurados pelas empresas em cada área, acesse a seção CARGOS MAIS PROCURADOS, em nossa área de DICAS.
  • Salário: Primeiramente procure se informar sobre a faixa salarial do cargo desejado para que o informado em seu currículo esteja condizente com a prática do mercado. Quando informar o valor mínimo desejável a empresa que receber seu currículo vai entender que por menos que o mínimo você não está disposto a aceitar uma proposta. Assim, ao informar este campo, verifique se as vagas que lhe interessaram não apresentam valor menor como salário oferecido, pois as empresas contam com recursos de filtros e podem ordenar os currículos recebidos por adequação aos critérios da vaga. Consulte nossa seção PESQUISA SALARIAL, em nossa área de DICAS.
Outro ponto sobre o salário são as pesquisas realizadas pelas empresas em nosso Banco de currículos. Para realizá-las, as empresas informam parâmetros que podem fazer com que seu currículo seja ou não apresentado no resultado. Os principais campos são: cargos, faixa salarial, cidade-estado, escolaridade, idioma e atualização do currículo.


DADOS PESSOAIS

Espaço fundamental para dar início ao contato entre você o empregador. Por isso, mantenha as informações sempre atualizadas. Dados como altura, peso, hobbies e fumante ou não-fumante não são descriminatórios. Eles influenciam as decisões do selecionador, dependendo do tipo de vaga de emprego. Verifique principalmente se preencheu corretamente sua atual situação (empregado ou desempregado) e se está coerente com a informação de sua experiência profissional. Muitos candidatos informam que estão empregados, mas ao verificar a data de saída da última empresa, verificamos que está desempregado. Os selecionadores passam pela mesma dúvida e ficam sem saber se o candidato está desempregado ou se trabalhou como free-lancer durante algum tempo. Lembre-se de informar corretamente seu(s) telefone(s) e e-mail, afinal você quer ser encontrado pelas empresas, certo?
  • Possui, Aceita, Informática: Se não possui carro próprio e a vaga exige carro próprio, seu currículo tem muito menos chance de ser interessante para a empresa. Se informar que aceita apenas viajar a trabalho e se candidatar a uma vaga de outro estado também haverá incoerência. E se o seu conhecimento de informática for regular em diversos itens não há como ser selecionado para uma vaga de Instrutor de informática, por exemplo. Estas inconsistências entre os dados do currículo e exigências das vagas também fazem com que seu retorno seja menor que o esperado.
ESCOLARIDADE

Este item deve ser preenchido com seu nível de escolaridade, faculdade, especializações e pós-graduações. Assegure-se que os dados informados estejam corretos e sejam verdadeiros. Alguns candidatos acabam trocando, omitindo ou incluindo informações para gerar interesse de entrevista, mas é um artifício que só prejudica a avaliação do candidato.


IDIOMAS

Não basta colocar qual idioma você conhece. É preciso descrever o nível de conhecimento. Lembre-se sempre de que não vale a pena mentir. Se for brasileiro, não informe Português nativo, pois isto já é esperado.


CURSOS

Informe o curso realizado, o nome da escola, o ano ou período em que assistiu às aulas e a carga horária. É muito importante reciclar seus conhecimentos sempre e manter este campo atualizado. Muitos candidatos deixam de informar os cursos por acharem pouco importante para avaliação de seu currículo, mas lembre-se que o intuito é gerar interesse. A existência de cursos indica que você é um profissional que procura se manter atualizado.


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Este é o primeiro campo crítico na análise do currículo. Procure informar corretamente os campos:
  • Empresa: só deixe confidencial se ainda estiver empregado. Se já tiver deixado a empresa é importante para o selecionador saber onde você trabalhou.
  • Ramo: isto indica os segmentos de mercado que conhece e para muitas vagas é imprescindível experiência prévia em determinados setores. br>
  • Cargo inicial, cargo final e período: permite avaliar seu crescimento dentro da empresa.
  • Salário inicial e final: também ajuda na análise de seu perfil, desenvolvimento profissional e permite avaliar a adequação de sua pretensão aos seus conhecimentos e experiência.
  • Forma de contratação: para análise de uma proposta o valor dos benefícios, descontos e outros itens são determinados pela forma de contratação.
  • Motivo da saída: isto indica sua relação com a empresa anterior. Se não puder informar motivos positivos "busca de novos desafios", "oportunidade de trabalhar em outro segmento", "interesse em desenvolver conhecimentos na área tal..", então opte por informações neutras " corte de funcionários", "redução da área", "mudança da sede da empresa", entre outros. Nunca informe motivos que possam levar a análise incorreta de seu perfil, como "não estava aprendendo nada", "desentendimento com a chefia", "desinteresse nas atividades", entre outros. Por mais que você tenha motivos para ter algum desentendimento, isto não deve ser mencionado no currículo, pois pode indicar que você é um profissional de difícil relacionamento.
HABILIDADES E QUALIFICAÇÃO

Muitos candidatos deixam de preencher este campo que deve ser utilizado como informação complementar sobre suas habilidades mais importantes. Verifique quais os pontos valorizados em sua função e utilize este campo para resumi-las. Se você for vendedor, então informará Negociações comerciais, Atendimento a clientes e Prospecção e Reativação de carteira de clientes, por exemplo.


CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL


Este é o segundo campo crítico e o mais determinante para gerar interesse em uma entrevista ou não. Muitos currículos apresentam informações genéricas, superficiais e até incorretas e por isto não são destacados no meio de todos os outros recebidos. Também não utilize este campo como carta de apresentação falando de suas características ou posturas pessoais.

Evite: "sou carismático, tenho ótimo senso de humor e adoro falar. Quero trabalhar em uma empresa que me permita desenvolver minha carreira e tenha um ótimo ambiente de trabalho. Acredito que os resultados são o fruto de nossa vontade focada em ação...". Esta descrição não diz nada sobre o que sabe fazer e certamente não vai gerar uma entrevista. Descreva apenas habilidades diretamente ligadas ao trabalho. Também não tente deixar o selecionador em suspense "conhecimentos profundos em informática. Maiores detalhes serão concedidos em apresentação pessoal...".

Utilizar expressões como "conhecimentos na rotina de ..." não destaca seu conhecimento. Procure mencionar números, projetos de que participou, resultados que alcançou, detalhe suas atividades, situe seu cargo (a quem responde, quantos funcionários tem), mencione suas realizações, o impacto ou contribuição que trouxe para as empresas, quais suas habilidades. Lembre-se que a primeira pessoa que visualiza seu currículo é um selecionador e que nem sempre ele estará familiarizado com os termos técnicos de sua área específica. Utilize palavras-chave, mas seja claro em sua descrição.
 
Topo

 

 
DEZ PASSOS PARA MONTAR UM CURRÍCULO NOTA 10

Revista Você SA

Tudo bem. Você tem um histórico brilhante, uma formação maravilhosa e experiências significativas. Mas você sabe como organizar tudo isso no seu currículo?

Os headhunters dizem que a maioria não sabe. Pensando nessa dificuldade, separamos dez dicas para deixar seu currículo igual a você: Nota 10!

1 - Comece com os dados pessoais

Escreva bem no alto da página: seu nome, endereço, telefone, celular, e-mail, nacionalidade, idade, estado civil e número de filhos. Há quem diga que os três últimos devem ir por último. Faça como quiser, mas o importante é não colocar mais nada além disso. Ou seja, RG, CPF, atestado de reservista, carteira profissional e título de eleitor é besteira. Esqueça.

2 - Deixe claro seus objetivos

Depois dos dados pessoais, coloque o(s) cargo(s) e a área a que você aspira, mas seja breve. Se você ainda não é um profissional experiente, o ideal é explicar como você pretende direcionar sua carreira e por que resolveu escolher essa profissão. Tome cuidado para não mandar seu currículo para qualquer empresa. Antes disso, enfoque sua área de atuação e o cargo desejado. Não vale a pena dizer que tem interesse de atuar em 20 áreas diferentes.

3 - Capa cor-de-rosa não ajuda

Se você entrega seu currículo com capas ou guarda dentro de pastas com cor e cheiro, esqueça. O segredo é usar folhas brancas limpas e grampeadas. Até a tipologia deve seguir a linha tradicional: Courier, Arial ou Times New Roman. Os negritos, itálicos e sublinhados só devem ser usados para organizar as informações. Alguns headhunters advertem para o fato de que a preocupação excessiva com a estética dá a impressão que o candidato está tentando compensar uma eventual falha.

4 - Currículo sim, biografia não


Um erro muito comum é achar que quanto maior o currículo melhor ele fica. Lembre-se o tempo que você tem para se apresentar não passa de um minuto. Duas folhas, portanto, são o ideal e não vale usar aquela velha tática de diminuir o tamanho da fonte para colocar mais informação dentro de uma página. Cuidado também para não escrever errado. Erros de português pegam muito mal.

Para um profissional com longos anos de estrada é aconselhável montar um segundo currículo mais detalhado que deve ser mostrado só se for chamado para a entrevista.

Faça um currículo especial para cada empresa que você deseja trabalhar. Óbvio que para isso você vai precisar saber em quais empresas deseja atuar. A partir daí você deve descobrir tudo o que pode sobre a empresa. Como? Internet, jornais, revistas e principalmente conversas com funcionários do local. De repente, você pode encontrar soluções para os problemas que a empresa enfrenta. Isso pode servir como cartas na sua manga.

5 - Minhas experiências

O próximo passo é falar das suas experiências profissionais. Essa é uma parte extremamente delicada do currículo. Você deve falar de maneira sucinta todos os lugares que passou e quais foram as suas experiências dentro de cada empresa. Ou seja, vai falar do que é capaz. Uma ótima idéia é organizar seu texto em tópicos.

Mas como ser tão sucinto? Mencione apenas as 5 últimas empresas que você trabalhou começando pelas mais recentes e caminhando para as mais antigas. Fale o nome da empresa, se ela não for conhecida faça uma rápida apresentação dela (ramo de atividade, posição no mercado, faturamento e número de funcionários). Depois descreva seu cargo e o que fazia na prática. Acredite: isso faz a diferença. Ou seja, diga quais eram suas funções e responsabilidades. Se possível não esqueça de mencionar quanto sua empresa lucrou com suas ações.

Caso você esteja começando a carreira vá direto para sua formação acadêmica.

6 - A vingança dos Nerds


Uma formação acadêmica numa escola de ponta vai fazer diferença sim. Nessa hora, aqueles longos anos de estudo para entrar na melhor faculdade fazem a diferença. Se você é graduado por uma faculdade não muito conhecida o ideal é "reparar esse erro" fazendo uma pós-graduação. Isso não significa, no entanto, que as pessoas que não estudaram em instituições de renome não têm chance.

A vantagem de ter estudado numa boa faculdade aparece quando a seleção é feita entre pessoas com pouca ou nenhuma experiência. Os graduados numa boa faculdade sempre têm mais chances.

Vale também dizer que os cursos relâmpagos não ajudam em nada. Coloque apenas aqueles que realmente acrescentaram algo importante na sua vida. Esqueça daqueles seminários inúteis de meia hora. Eles definitivamente não interessam.

7 - Do you speak English?


Se por um lado os seminários inúteis não ajudam, falar fluentemente um outro idioma vale.

Principalmente se você fez um curso no exterior. Os trainees que fizeram intercâmbio e trabalharam entregando pizza, limpando piscinas, ou qualquer atividade do tipo ganham ainda mais crédito. Por isso não tenha vergonha de dizer como foi sua vida lá fora.

Lembre-se: não vale a pena enganar. Você pode ser surpreendido com um teste cara a cara e se dar mal. Aliás, se descobrirem qualquer falcatrua no seu currículo você será dispensado na hora. O critério é o seguinte: ou você sabe falar fluentemente um outro idioma, ou não sabe. É melhor você falar que seu espanhol é apenas básico, ao invés de dizer que sabe se virar muito bem.

8 - Carta para meu futuro chefe

A carta de apresentação serve para personalizar o currículo e mostrar se você serve ou não para o cargo que está disponível. O mais adequado é escrever uma carta para cada empresa.

Sabe aquelas conversas de bastidores? Então, se você conseguir descobrir quem será seu chefe, mais um ponto. Encaminhe diretamente para ele e não se esqueça de colocar os dados sobre a empresa que possam reforçar seus argumentos.

Se você for mandar seu currículo para uma empresa de headhunting, enderece a carta à empresa ou a um dos seus consultores. Uma carta de apresentação deve responder a 3 perguntas básicas: quem sou, o que quero e o que realizei na carreira. Termine com um pedido de entrevista. A carta de apresentação deve ter no máximo 20 linhas.

Algumas palavrinhas mágicas vão ajudar você a deixar seu currículo mais bem escrito. Use verbos como:

- realizar (um projeto)
- organizar (uma equipe)
- implantar (um processo)
- atingir (resultados)
- motivar (pessoas)
- delegar (tarefas)
- criar e executar (soluções)

Coloque todos os verbos no pretérito perfeito, como no exemplo: "criei um novo sistema de trabalho e motivei toda a equipe. Atingi resultados fantásticos".

O currículo nunca deve falar sobre pretensão salarial, nem sequer mencione o pacote de remuneração da empresa anterior. Esse assunto deve ser tratado durante a entrevista.

9 - Como devo enviar meu currículo?

Não existe consenso sobre qual é a melhor forma de enviar seu currículo. Muitas empresas possuem um cadastro on line em que o candidato apenas completa os dados. Alguns consultores sugerem mandar o currículo como um documento anexado, outros dizem que nem sempre é possível abrir um documento anexado em função de problemas técnicos, ou até por medo de possíveis vírus. O ideal, portanto, é fazer das duas maneiras. Envie um e-mail com o currículo anexado, mas diga que, por via das dúvidas, vai enviar seu currículo também pelo correio.

Seja por e-mail, seja por correio, é completamente desnecessário enviar uma foto. Pode parecer exibicionismo. Mas é conveniente que você leve, no dia da entrevista, uma foto e de preferência com terno (homens) ou tailleur(mulher).

10 - É só?

Depois de entrar numa boa empresa não esqueça de atualizar seu currículo sempre que houver uma mudança significativa na sua carreira. Coloque tudo que for realmente significativo. Desde mudança de telefone até um negócio milionário que você fechou com a sua empresa, ou um projeto que deu muito certo no mercado.

Alguns consultores aconselham as pessoas a criar uma espécie de diário profissional. Assim, o profissional não esquece dos fatos importantes da sua carreira.
 
Topo

 

 
O QUE UM EMPREGADOR QUER VER EM SEU CURRÍCULO

Thomas A. Case

A maioria dos profissionais, ao começar a elaborar seu currículo, senta-se e põe-se a escrever. É a pior coisa que se pode fazer. Dessa maneira corre-se grande risco de esquecer muitos detalhes importantes. Quando não faz um inventário dos seus ativos, o profissional corre grande risco de esquecer muitos detalhes importantes e assim desperdiçar oportunidades de direcionar sua carreira.

De acordo com pesquisas que realizamos constantemente, os empregadores examinam primeiro a experiência técnica anterior, em segundo a experiência anterior em supervisão de pessoas e, em terceiro, a obtenção de resultados.

Com isso em mente, você deve fazer um inventário sistemático de todas as experiências de sua carreira relacionadas com o que o empregador em questão procura.

Ao anotar suas realizações, é importante também descobrir o que você realmente deseja fazer. Um excelente exercício é relacionar os 10 trabalhos, executados durante a sua carreira, que mais lhe trouxeram satisfação. Relacionando os trabalhos e realizações de que se orgulha em sua carreira, você provavelmente se surpreenderá e descobrirá novos objetivos para si mesmo.

Para vender um produto, devemos conhecê-lo e entendê-lo muito bem. Para comercializar um equipamento de alto custo ou um grande contrato, o vendedor deve estudar intensamente o produto antes de apresentá-lo. Portanto, para que você "se venda" a um potencial empregador, deve estudar a si mesmo em profundidade.

Se você não fizer um inventário meticuloso de todas as suas habilidades e realizações, sua campanha por um emprego será prejudicada. Literalmente, não saberá o suficiente sobre o "produto" que quer "vender". Não será capaz de organizar toda sua experiência claramente e apresentá-la de maneira lógica em seu currículo.
 
Topo

 

 
O CURRÍCULO E SUAS PECULIARIDADES

Rosemary C. Bethancourt *

O currículo é um produto único e personalizado, portanto, deve ser feito sob medida e de acordo com o perfil de cada profissional.

Todos os detalhes devem ser avaliados na hora de escolher o modelo adequado à experiência, considerando, por exemplo, tempo de atuação, idade, qualificações e objetivo profissional, entre outros.

Sabemos que o mercado de trabalho está cada vez mais seletivo e dinâmico, portanto, seu principal produto deve ser vendido da forma mais objetiva e atraente possível. O selecionador não quer saber quais são seus hobbies ou se você coordenou o bingo na festa de final de ano da empresa; ele quer informações concisas e relevantes sobre a sua atuação e carreira profissional.

Se você é um profissional recém-formado, procure enfatizar o valor do trabalho que realizou em diversas e exigentes atividades estudantis durante a faculdade. Aumente a sua experiência profissional incluindo posições não-remuneradas, estágios, projetos especiais e trabalhos voluntários, entre outros. Liste-os em ordem cronológica inversa no item "Experiência Profissional". Destaque a experiência que seja mais relevante com relação ao futuro pretendido, utilizando palavras que se identifiquem com as habilidades que aprendeu e utilizou na universidade ou no trabalho. Se uma atividade revela habilidades, realizações, resultados ou qualificações que se relacionam ao emprego almejado, inclua-as também neste item, mas jamais mencione façanhas maravilhosas sem o suporte de evidências que possam comprovar isso.

Mostre evidência de dedicação e objetivos. Muitos leitores de currículos percebem uma falta de comprometimento e de expectativas realistas em recém-formados.

Para os profissionais veteranos, o ideal é destacar os três empregos mais recentes ou relevantes e não tentar dar igual atenção a cada emprego anterior. Se a sua experiência for diversificada, vai transmitir a impressão de que passou a vida mudando de emprego. Procure escolher seus pontos mais fortes e direcionar as informações para o seu objetivo atual, por meio de uma redação concisa e decidida. Não mencione informações pessoais; leitores de currículos são ocupados e não se importam se você é um bom jogador de tênis (este tipo de informação deve ser citada somente na entrevista, e se for solicitada). Venda o seu desempenho!

Cada linha do seu currículo deve ser um convite para que o entrevistador leia a linha seguinte. Uma carta de apresentação sucinta e objetiva estimula a análise do currículo. Uma página inicial bem feita, por sua vez, pode fazer toda a diferença e despertar a receptividade do recrutador. Lembre-se de que a primeira impressão tem um objetivo claro: colocar o seu currículo na pilha daqueles que têm chances de serem selecionados.

* Ex-coordenadora da área de Elaboração de Currículo do Grupo Catho (2002 -2003)
 
Topo

 

 
PESQUISA SOBRE CURRÍCULO

O Grupo Catho realizou uma pesquisa com diversos profissionais da área de Recursos Humanos sobre as tendências para o currículo.

Listamos as principais perguntas, respostas e conclusões. Confira:

Quais são as características que tornam um currículo eficiente?

Clareza, objetividade e organização ao descrever as informações;

Apresentação do histórico de desenvolvimento de carreira;

Apresentação dos principais projetos em que esteve envolvido com os referidos resultados (números que destacam o retorno para a empresa, alinhamento com a estratégia organizacional, tempo de execução e o resultado);

Apresentação de informações completas a respeito da formação acadêmica (curso, faculdade, ano de conclusão);

Apresentação de dados de contato completos em local visível (endereço, telefone, e-mail);

Conteúdo de acordo com a área pretendida e informações pertinentes ao perfil profissional (empresas, cargos, tempo de permanência, principais atribuições - fluência em idiomas, conhecimentos em informárica);

Omissão de informações adicionais, que devem ser discutidas no contato pessoal (entrevista);

Definição clara do objetivo profissional (mencionar somente a área relacionada a vaga pretendida).

A resposta mais freqüente se refere a clareza e objetividade das informações, isto significa que os profissionais de RH já não têm tempo para ler currículos longos ou decifrar informações confusas. Muita atenção neste aspecto do seu currículo.

Quais são os erros mais graves freqüentemente encontrados em currículos?

Falta de objetividade ou clareza;

Erros gramaticais, de ortografia ou digitação;

Falta de informações importantes (nome, endereço, telefone, e-mail, empresas, cargos etc);

Falta do sobrenome do profissional no currículo;

Frases feitas, como "Venho a esta digníssima empresa para respeitosamente entregar meu currículo na expectativa de ser chamado...";
 
Topo

 

 
QUAL É A DIFERENÇA ENTRE CURRÍCULO E CARTA DE APRESENTAÇÃO?

Rosemary C. Bethancourt *

Ambos se complementam e são muito importantes na busca por um emprego. Mas erros comuns na redação da carta de apresentação e do currículo podem anular seu efeito.

A função da carta de apresentação é destacar suas principais e mais positivas realizações profissionais, justificar o porquê se julga ideal para a vaga e demonstrar como pode contribuir para o crescimento da empresa.

Muitos profissionais cometem o erro de repetir na carta de apresentação exatamente as mesmas informações contidas no currículo. Na realidade a carta de apresentação deve ser uma prévia do seu currículo e não uma cópia do mesmo.

Para exemplificar essa diferença, faço um comparativo entre a carta de apresentação e o trailer de um filme. O trailer faz um rápido resumo do conteúdo do filme e chama a atenção das pessoas para que o assistam. A carta de apresentação por sua vez deve chamar a atenção do leitor para que leia o currículo.

Inicie o texto descrevendo seus pontos mais fortes, mostrando interesse e motivação em trabalhar na empresa. Exponha suas habilidades e conquistas na carreira de modo que o leitor passe a considerá-lo para o cargo.

Não mencione nenhum aspecto que não seja positivo ou não se relacione ao seu objetivo atual. Entretanto, vale citar seus conhecimentos sobre a atividade desenvolvida pela empresa e sua capacidade de crescer junto a ela.

Ao assistir um trailer o que você espera do filme? Que tenha um ótimo enredo, com início, meio e fim, com boas imagens, que transmita a mensagem de forma clara e adequada e, de preferência, que te surpreenda no final, correto? O mesmo se aplica ao currículo.

O leitor espera que ele seja bem escrito, tenha boa apresentação para tornar a leitura agradável, apresente as informações de forma organizada, que reflita sua carreira profissional de maneira clara e concisa e que surpreenda, não apenas pelas suas qualificações, mas também por serem transmitidas adequadamente.

Lembre-se que seu currículo deve estar tão bem estruturado quanto a sua carta de apresentação, caso contrário um poderá anular o efeito positivo do outro.

Quais são os benefícios de possuir um currículo e uma carta de apresentação?

Eles se complementam, pois possibilitam a menção de todas as informações acerca da sua experiência profissional;
O envio de ambos é um diferencial que mostra ao selecionador que você é um profissional organizado, estratégico e cuidadoso com a sua carreira;Aumenta a possibilidade de que o selecionador veja os seus pontos fortes.

Vale lembrar que carta de apresentação e currículo devem ser encaminhados juntos para empresas onde existem vagas em aberto. Caso não haja oferta de vagas, encaminha-se somente a carta de apresentação.

* Ex-coordenadora da área de Elaboração de Currículo do Grupo Catho (2002 - 2003)
 
Topo

 

 
TORNE SEU CURRÍCULO MAIS EFICIENTE

Para atingir melhores resultados, o currículo deve ser bastante objetivo. Sua principal tarefa deve ser ressaltar os resultados e promoções obtidas ao longo da carreira. Lembre-se de que os selecionadores recebem muitos currículos por dia, e não costumam - porque nem podem - gastar muito tempo para ler todos eles. Por isso o texto do currículo deve ser claro e de fácil leitura. É fundamental que as informações fiquem organizadas de maneira a serem encontradas em uma rápida leitura.

Seu currículo deve ser apenas uma isca, ou seja, deve servir apenas para despertar o interesse do selecionador em convidá-lo para uma entrevista. Aí sim você terá tempo de detalhar mais demoradamente a sua história profissional.

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso
 
Topo

 

 
UM BOM CURRÍCULO...

TOMAS CASE - CATHO

...apresenta um resumo breve, objetivo e conciso, mas ao mesmo tempo claro, abrangente e verdadeiro sobre a sua experiência passada.

...deve ser cuidadosamente atualizado, corretamente escrito e adequadamente formatado.

...faz você se destacar em uma pilha de outros currículos

...chama a atenção de quem o lê e aumenta as suas chances de conseguir uma entrevista de emprego.

FUNÇÕES DO CURRÍCULO

Para quem está empregado, o currículo é importante porque pode ser solicitado para apoiar um processo de promoção, um convite para um novo emprego ou para mostrar a clientes e fornecedores. Não se deve nunca descuidar dele, caso queira causar uma impressão positiva.

Para quem está procurando emprego, o currículo tem duas funções básicas:

é uma ferramenta para gerar entrevistas de emprego
serve de guia para os seus entrevistadores

Facilite, portanto, o trabalho do seu entrevistador. Procure responder, no currículo, as principais perguntas para as quais os entrevistadores querem resposta:

O que você quer?
Para responder a esta pergunta, o seu currículo deve comunicar clara e especificamente quais são os seus objetivos. Coloque um sumário sucinto e objetivo das suas expectativas. Por exemplo, cargo executivo na área industrial, para um estilo mais aberto ou diretor/gerente da área industrial, para um estilo mais específico.

Por que você quer?
Mostre a razão pela qual você considera merecer o cargo que está pretendendo. Seu currículo deve enfocar o seu objetivo. Os itens da sua carreira que não ajudam a justificar o foco central do seu currículo devem ser menos enfatizados ou excluídos. Por exemplo, se o seu objetivo é ser diretor industrial e você trabalhou durante um ano para um empregador em vendas de produtos de consumo, esta experiência deve ter menção mínima ou não constar do sumário.

Em que você contribuiu?
Destaque as atividades que você desempenhou em cada emprego e que resultaram em retorno para a empresa, seja institucional, financeiro ou de relacionamento de mercado. O seu potencial empregador quer saber, logo à primeira vista, se você é um empregado que traz resultados para a empresa ou se apenas cumpre o seu papel.

Você se organiza e planeja para alcançar objetivos?
Um currículo bem organizado, com seqüência lógica, mostra a sua habilidade de organizar atividades e tarefas, e o fato de saber o que quer, mostra ambição e vontade de atingir esses objetivos.

Você se comunica?
Usar frases curtas é uma maneira eficiente de demonstrar objetividade e concisão. Utilize o mínimo de palavras, evite advérbios subjetivos, como extremamente, fortemente e outros.

Inicie frases com verbos de ação, como construí, reduzi, aumentei, implantei, administrei, supervisionei, melhorei, expandi, organizei, treinei, encontrei, descobri, planejei etc. Mas ao mesmo tempo em que os verbos podem vir na primeira pessoa, evite utilizar o pronome pessoal eu, pois ele passa a impressão ofensiva de falta de modéstia, quando usado em demasia.

Ao redigir seu currículo, tente criar uma impressão moderna, positiva, agressiva e direcionada a realizações. Os entrevistadores analisam pilhas de currículos e precisam entender rapidamente, na primeira leitura, exatamente o que você pretende, por que e com que objetivos. Faça um esforço de preparação para economizar o esforço de leitura deles. Isto pode resultar em ponto positivo para você.

Você é positivo?
Seu currículo deve falar bem de você - claro que com base na verdade. Por isso, enfatize os pontos positivos. Ninguém quer ler informações tristes, de pessoas que choramingam. Mostre aspectos marcantes, primeiramente, e deixe os aspectos menos relevantes para o final. Atinja o entrevistador com um impacto positivo logo no início da leitura.

SEQÜÊNCIA DE APRESENTAÇÃO:

Basicamente, o que um empregador quer saber de você quando olha o seu currículo são apenas três coisas:

Onde você já esteve?
O que você já fez por outra empresa?
O que pode fazer pela empresa dele?

Siga a seguinte seqüência de apresentação em seu currículo:

Objetivo conciso
Breve sumário de qualificações
Formação acadêmica
Resultados obtidos em decorrência das habilidades técnicas
Experiências profissionais mais relevantes (com datas e lugares)
Pontos fortes
Conhecimentos de informática

Primeira página

Procure manter o seu currículo, preferivelmente, em duas páginas. Um currículo de três páginas é, hoje, considerado extenso.

Logo no início da primeira página, devem ser colocados o seu nome, endereço e números de telefone. Não há outro lugar melhor para colocar essas informações – como os currículos são lidos rapidamente, você pode perder uma oportunidade se o leitor pensar que você esqueceu de colocá-las.

Em seguida, aparece o seu objetivo profissional, que não deve ultrapassar uma linha. Por exemplo: 'Gerente de marketing/produto.'

Mencione depois, um resumo das suas qualificações profissionais. Por exemplo: 'Economista com MBA em Marketing e dez anos de experiência em planejamento de mídia e estudo de mercado.'

Ao colocar datas de títulos no currículo, certifique-se de incluir as datas de início e final de cada curso do lado esquerdo da página.

Na relação de empregos anteriores, certifique-se de incluir as datas de entrada e saída de cada emprego do lado direito da página, depois do nome de cada empresa.

Não separe os cargos com textos, pois eles perdem o impacto do número e da seqüência.

Segunda página

Faça uma relação de resultados obtidos em cada empresa, sempre de maneira sucinta. Evite analisar, apenas informe.

Se foi promovido muitas vezes, enfatize isto, brevemente, no seu currículo.

As promoções que obteve são as melhores referências, pois denotam que você foi um colaborador excelente, transmitem que o seu chefe o julga um bom profissional e que executou bem suas funções, por isso foi promovido.

Para registro de um emprego em que você obteve promoções, certifique-se de incluir a data de entrada e a data de saída ao lado esquerdo da página e as datas para cada título ao lado direito da página. Se você não seguir esta norma e colocar todas as datas do lado esquerdo, uma rápida leitura poderá deixar a impressão de que você troca de emprego com freqüência.

Se você for um executivo jovem, que ainda não acumulou muitos empregos, tente montar o seu currículo em uma só página.

O QUE NÃO COLOCAR NO CURRÍCULO

Cores
O currículo deve ser agradável à leitura, portanto, deve ser discreto. No máximo, utilize um papel de tom pastel em vez do branco, mas nada além disso.
Para destacar as informações você pode usar os recursos de negrito e itálico do seu processador de texto. Evite variar os tipos de fonte, para não transformar o seu currículo em uma salada gráfica e irritar quem o lê.

Listas extensas de qualquer natureza
Se a sua relação de empregos é muito grande, selecione apenas os últimos cinco empregos da sua carreira. E, mencione no sumário de qualificações que você possui mais experiência do que o mencionado.

Em alguns casos é importante colocar todas as informações, como nos currículos de cientistas ou médicos, para cujos empregadores os artigos publicados são importantes, assim como o detalhamento dos congressos de que o profissional participou. Mas, de maneira geral, essas informações só entediam a quem vai ler o currículo.

RG, CPF e outros números de documentos
Não perca tempo inserindo número do CPF ou do Título de eleitor, ou mesmo da Carteira profissional. Se alguém tiver interesse nestes documentos, será o Departamento Pessoal no momento em que for efetivar a sua contratação. Nunca antes.

Razões de ter deixado o emprego anterior
Esta informação é importante para o seu empregador, mas deve ser discutida no momento certo. E, o momento certo é a entrevista pessoal. Portanto, não inclua esta informação no currículo.

Referências
A lista de referências deve ser impressa à parte, e você deve tê-la à mão na entrevista, para apresentá-la ao entrevistador no momento em que for solicitado.

(Para mais informações, leia o artigo "Sem boas referências, você pode perder a chance de um ótimo emprego", na edição número 1 do jornal virtual Carreira & Sucesso, que pode pode acessado pelo endereço www.catho.com.br/jcs)

Raça, religião e filiação partidária

Ninguém tem interesse em conhecer estas suas convicções, seja para benefício ou para prejuízo da sua carreira. Ao contrário, colocando essas informações pode parecer que você é quem tem preconceito com relação a esses itens.

Salário anterior e pretensão salarial

Alguns especialistas recomendam colocar salário e pretensão no currículo, mas a postura do Grupo Catho é de não recomendar esta prática. Salário, conforme a nossa experiência, é um tema para ser discutido pessoalmente durante a entrevista e não para estar no currículo. Quando o anúncio pede, pode-se escrever alguma coisa geral como Aceito discutir propostas ou Estou aberto para discutir a questão salarial.

FORMATO E APARÊNCIA DO CURRÍCULO

Antes de escrever o modelo final, revise-o com duas ou três pessoas para checar as informações e verificar a correção ortográfica. Erros de português, gramaticais, ortográficos ou de concordância, comprometem seriamente o currículo de qualquer pessoa. Não tenha vergonha de pedir ajuda.

Graficamente, o seu currículo precisa ser atraente. Lembre-se de que ele é a propaganda do produto mais importante do mundo: você!

Deixe margens largas e muitos espaços em branco. Não faça a composição gráfica com letras muito pequenas porque há pessoas que enxergam mal – respeite-as.

Procure não variar a fonte das letras, mas aproveite os recursos de sublinhar, colocar em negrito ou em itálico, e até o uso de letras maiúsculas para enfatizar.

A impressão deve ser feita em laser porque o resultado gráfico é bonito e muito limpo. Para a reprodução de quantidades maiores, sugerimos o processo de offset em um papel de boa qualidade, branco ou em tom pastel claro.

Inclua fotografia, se considerar que a sua aparência pessoal é boa e pode ajudar a causar uma boa impressão. Prefira o tamanho 4,5 x 6 cm. Deve ser uma ótima fotografia, nítida, em que você esteja sorridente e inspire confiança. A fotografia diferenciará imediatamente o seu currículo dos outros e o tornará mais pessoal. Pode colar uma fotografia em cada currículo ou, se usar serviços de uma gráfica, pode deixar que a fotografia faça parte do fotolito, imprimindo-a na primeira página do seu currículo.

Há muito mais o que dizer a respeito de currículo, porque a sua elaboração exige, ao mesmo tempo, simplicidade na apresentação e complexidade na avaliação dos elementos que o compõem.

UM MODELO ADEQUADO DE CURRÍCULO PARA CADA SITUAÇÃO

Há três modelos básicos de currículo. Situações funcionais específicas podem exigir que se envie um determinado tipo de currículo. Você terá que identificar qual é o mais adequado para o empregador que tem a vaga para a qual você quer se candidatar.

Currículo cronológico

Geralmente este currículo apresenta a lista dos empregadores em ordem cronológica inversa, ou seja, inicia-se a relação pelo emprego mais recente. É o currículo mais utilizado e também o mais apreciado pelos executivos contratantes, porque facilita a avaliação do leitor com relação ao crescimento da carreira e continuidade no emprego do candidato.

É também um modelo que permite ao candidato um formato adequado para relatar os resultados que alcançou nos empregos anteriores.

Não deve usar este modelo quem:
- Mudou de emprego com freqüência
- Mudou de carreira várias vezes

A razão é pelo impacto visual. Numa relação em que os registros de empregos ficam próximos uns dos outros, destacam-se as datas e as atividades, ficando bastante fácil, para o leitor, confrontar esses quesitos.

Currículo funcional

Este modelo dá preferência de enfoque às funções desempenhadas e não aos empregadores.

Permite que o profissional não fique constrangido por ter trabalhado em um determinado lugar ou pela seqüência de seus empregadores. Também possibilita dar menos ênfase à experiência que não está relacionada com o cargo pretendido.

Neste modelo de currículo, o candidato seleciona somente as experiências relevantes vinculadas à colocação que pretende. Sem, no entanto, omitir nada, porque um currículo deve ser verdadeiro – a relação cronológica dos empregadores é apresentada no final.

A estratégia é chamar a atenção do entrevistador, de imediato, para as habilidades e talentos mais importantes do seu currículo para aquela determinada vaga.

O currículo funcional tem a desvantagem de ser muito inflexível. Você só pode usá-lo quando pretende um determinado cargo, e a definição do seu produto é restrita, o que pode ser bom, mas também pode ser ruim.

Currículo cronológico-funcional

É, dos modelos de currículo, o mais forte e comunicativo. Associa a ordem cronológica inversa dos empregadores com os cargos, realçando a experiência funcional em cada emprego. Utilize esse modelo se você possui boa estabilidade de emprego e uma ampla base de experiência.

Este é o modelo de currículo preferido por uma grande parcela dos recrutadores. A razão é simples: este modelo poupa tempo e agiliza a seleção.

Um entrevistador experiente observa, de imediato, num currículo formatado desta maneira, várias informações importantes ao mesmo tempo, como experiência, estabilidade e progressão funcional de um candidato. Mas tem a desvantagem de poder parecer, para o entrevistador, que o candidato esteja querendo ocultar instabilidade funcional.
 
Topo

 

 
VOCÊ DARIA UM EMPREGO A VOCÊ?

Juliana Zuccarello *

A elaboração de um bom currículo é fundamental para abrir as portas da empresa durante um processo seletivo. É importante ressaltar suas habilidades, mas sem esquecer a sua realidade. Exagerar nas qualificações com o objetivo de impressionar o selecionador, não é uma boa solução. O ideal é adequar o currículo aos seus objetivos pessoais e às necessidades das empresas.

Um currículo bem elaborado, com as informações certas no lugar adequado, chama a atenção do recrutador e se destaca rapidamente em meio a tantos outros.

Veja algumas informações que fazem seu currículo se destacar:



O nome de grandes organizações contribui para valorizar o seu currículo. Empresas multinacionais ou líderes de mercado são sempre boas referências. Não importa a sua função, se foi funcionário, estagiário, fornecedor ou realizou serviços temporários. Citar as grandes empresas com que colaborou ajuda a destacá-lo dos demais.

Executivos devem mencionar todas as ações positivas que tenham conseguido, como resultados, melhorias no setor, lucros ou redução de custos.

Ter coordenado atividades ou setores, ter participado da implantação de projetos, sistemas e programas, também são diferenciais que devem ser citados.

Cite prioritariamente os empregos em que permaneceu por mais tempo. A estabilidade pode demonstrar equilíbrio e segurança.

Promoções e cargos de responsabilidade também devem ser ressaltados. Uma trajetória profissional ascendente é um bom indicativo de dedicação e eficiência.

Cursos de aperfeiçoamento e no exterior ajudam na sua qualificação profissional, por isso não podem ser esquecidos.

Fique atento a dois pontos delicados do seu currículo:

Não utilize recursos gráficos e criativos. O excesso de criatividade pode desviar o leitor do seu objetivo. Lembre-se que a apresentação do currículo não deve chamar mais atenção do que as informações nele contidas.

O profissional com muitas realizações deve encontrar uma forma resumida de mencioná-las. Um currículo muito longo se torna monótono e desinteressante. Coloque apenas as informações relevantes, deixando outros detalhes para serem conversados durante a entrevista.

Lembre-se! O papel do currículo é abrir portas e não fechá-las. Antes de enviar o seu currículo à uma empresa, faça uma leitura atenta e pergunte-se: Você daria um emprego a você?

* Coordenadora da área de Elaboração de Currículo da Catho Online.
 
Topo